Impressão 3D na moda

Não é de hoje que tecnologia e moda são grandes aliadas. Nós da Club Noir somos meio suspeitos a falar sobre isso, pois amamos estar antenados. A tecnologia, inclusive, inspirou algumas coleções como Pixel e Impressão Digital.

Há pouco tempo conhecemos o trabalho de duas estilistas que têm algo em comum: usaram a impressão 3D para compor looks em suas criações.

 Iris Van Herpen

A primeira chama-se Iris Van Herpen, alemã que ousou na passarela da Paris Fashion Week esse ano. Ela apresentou a coleção Magnetic Motion, composta de moldagem por injeção, técnicas de corte a laser e metais imantados. Sua inovação rendeu-lhe o prêmio anual da semana de moda de Paris.

Segunda ela, a inspiração para a Magnetic Motion surgiu após uma visita ao maior acelerador de partículas do mundo. Ela ficou impressionada com a força do campo magnético do Acelerador e teve a curiosidade de testar em suas criações a dinâmica das forças de atração e repulsão a partir da inserção de imãs em alguns detalhes das peças.

Conheça um pouco mais sobre a Magnetic Motion:

iris01 iris02 iris05 iris06

iris09 iris16

 

Para conhecer mais do trabalho, acesse: http://www.irisvanherpen.com/

Noa Raviv

A designer Noa Raviv também decidiu apostar na impressão 3D para inovar em suas criações. Mas, ela preferiu trabalhar com materiais plásticos e abusar das formas geométricas e da criatividade para criar uma coleção de blusas.

A coleção nomeada Hard Copy foi seu trabalho de conclusão de curso e inspirou-se no estilo moderno de moda, com muitas linhas em preto e branco (ADORAMOS!).

Para compor o look, Noa preferiu utilizar saias leves e discretas, visando harmonizar o “real e virtual”.

Confira:

moda3d5 moda3d2 moda3d3

Para conhecer mais do trabalho, acesse: http://www.noaraviv.com/

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado