Beleza Interior: Espaguete de Quinoa com molho cremoso de Algas e castanhas

A Sisley é uma das empresas que mais utilizam elementos “phyto” em seu cremes. Como esse que me inspirou a receita dessa semana . Usei castanha de caju, mas qualquer nut ,tem seu poder já comprovado. Também estou usando Alga, só que a comestível kombu. A Sisley usou a Padina Pavônica, alga supersonicamente turbinada e cheia de propriedades. Óleo essencial de ervas como manjerona e sálvia, citando apenas o que é normalmente comestível. Continuando nossa saga de ir mais fundo na composição dos phytocosméticos.

Sisley-3b

Espaguete de quinoa com molho cremoso de Algas e castanhas

Ingredientes:

100 g de espaguete de quinoa

Água o suficiente para cozer

Sal a gosto

_DSC4568 beleza interior2

Molho:

1 cebola média picada

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho picado

1 colher de sopa de gengibre picado

50 g de castanha de caju ou outra de sua preferência

2 colheres de sopa de algas picadas (combu)

200 ml de leite de soja

2 colheres de sopa de azeite extra virgem

2 colheres de café de manjerona seca

Preparo:

Aquecer o azeite, refogar a castanha depois o alho e a cebola. Acrescentar o restante dos ingredientes (menos a alga) deixar ferver por 3 minutos e depois liquidificar com sopa 2 colheres de sopa de azeite extra virgem. Servir o molho com o espaguete e salpicar as algas por cima e a manjerona (01 colher de café para cada prato) .

Rendimento: 02 porções

Foto: Reinaldo Segundo  | Criação, produção e food styling: Leandro Ricardo

Gastronomia: entrevistando Kiko Selva

Minha primeira dica gastronômica, inaugurando o post sobre o assunto, vem daqui da nossa terra. Trata-se do restaurante It, do pernambucano Kiko Selva. O local está situado em um espaço super agradável e reservado dentro da multimarcas Dona Santa/ Santo Homem. Além de oferecer um menu caprichado, de dar água na boca, o restaurante também possui uma decoração sofisticada e super arrojada, toda em preto e branco.

649_48137721665_3725_n

Convidei Kiko para uma entrevista a fim de conhecer um pouco mais sobre a sua história e a proposta do It.

1) Kiko, por que gastronomia? De onde veio esta escolha? Houve influência? Conta tudo para gente.

Eu sempre gostei de cozinhar, desde pequeno. Passava tardes e mais tardes anotando tudo que Ofélia, cozinheira da minha casa, preparava e depois ia direto fazer o teste. Me tornei um adolescente obeso por conta de tanta comida e terminei deixando a gastronomia de lado.

Aos 22 anos, insatisfeito em trabalhar com o meu pai, resolvi arriscar uma carreira entre as panelas.

Abdiquei de muita coisa e comecei tudo de novo. Me formei em administração de empresas e depois em gastronomia.

2) Quando o restaurante surgiu e por que It?

O Restaurante surgiu há quatro anos e no início pertencia à Douglas Van Der Ley. Desde o começo estive presente, fui estagiário do Douglas. Com o passar dos meses, ele com uma demanda de vários trabalhos externos, terminou cedendo o espaço para mim e até hoje fala que o It sempre teve a minha cara.

3) Qual a especialidade do It?

Costumo dizer que é comida contemporânea, mas na verdade, o que mais quero é que o meu cliente sinta-se em casa e saia satisfeito e feliz.

Bate-Bola com Kiko Selva

Um prato do It: Medalhões de Filé Mignon ao molho leve de dijon com risoto de parmesão

clubnoirblog5

Uma sobremesa: Nega Maluca do Chef.

Uma viagem: já rodei bastante o mundo, mas sempre me identifico com a Europa, em especial a França e Espanha.

Um vinho: Branco, de preferência.

Um sabor: simples e saboroso – que eu possa identificar o que esteja comendo

Uma cor: azul

Uma musica: qualquer uma da Billie Holiday

Um livro: no momento estou lendo “Revolucione sua qualidade de vida” de Augusto Cury

Um filme: são tantos. Um em particular, De-lovely: vida e amores de Cole Porter

Um sonho: saúde e educação para todos. Uma sociedade menos gananciosa.

foto

1 2

E você, já conhece o It?

Anota aí o endereço:

 

Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, nº 187 – Boa Viagem

Telefone: 3031.6288